Como saber se o cachorro esta com dor?

Como saber se o cachorro esta com dor ? Nenhum pai de animal de estimação quer que seu cão sinta dor. Mas como eles instintivamente tentam esconder sua dor e não podem nos dizer quando estão sofrendo, cabe a nós reconhecer os sinais sutis e obter a ajuda de que precisam.

Muitos comportamentos e mudanças físicas podem indicar que um cão está com dor

Aprenda como saber se o cachorro esta com dor, o que a causa, o que você pode fazer para ajudar e como discutir suas preocupações com seu veterinário.

Sinais que ajudam em como saber se o cachorro esta com dor

Os cães sentem a dor da mesma forma que nós, mas nem sempre a manifestam da mesma forma. A dor de um cão pode se tornar evidente através de sintomas físicos, mudanças comportamentais ou problemas de mobilidade. 

Isso pode ser sutil, então fique atento e nunca tenha medo de perguntar ao seu veterinário sobre qualquer coisa que possa sinalizar que seu cão está com dor.

Sintomas físicos

Quando um cão está sentindo dor, você pode notar pequenas mudanças físicas ou como ele carrega seu corpo. 

Aqui estão alguns sinais físicos de dor em cães:

  • Músculos tensos ou contraídos
  • Agitado ou tremendo
  • Arqueado para trás
  • A cabeça abaixo dos ombros
  • Ofegante

Mudanças Comportamentais

Um cão com dor tende a se comportar de maneira diferente do habitual. Assim como nós, os cães tendem a ficar mais irritados quando sentem dor. 

Aqui estão alguns sinais comportamentais que podem indicar que seu animal de estimação está sentindo dor:

  • Não querendo ser tocado
  • Lambidas excessivas
  • Acoando excessivamente
  • Inquietação
  • Agressivo

Problemas de mobilidade

Se um cão sofreu uma lesão ou está lidando com artrite, você pode notar mudanças em sua mobilidade. 

Aqui estão os sinais comuns de dor em cães que afetam sua mobilidade:

  • Mancando
  • Andar mais devagar ou se recusar a andar
  • Relutância em pular ou usar escadas
  • Relutância ou incapacidade de deitar ou levantar

Alguns desses sinais de dor também podem ser vistos com outros problemas médicos ou comportamentais sérios, portanto, sempre discuta mudanças de comportamento ou atividade normal com seu veterinário.

O que causa dor em cães?

Existem dois tipos de dor: aguda e crônica . 

Algo que acabou de acontecer, como uma lesão ou doença, causa dor aguda. 

Coisas que estão acontecendo há mais tempo, como artrite ou doenças dentárias, causam dor crônica.

Qualquer coisa que danifique as células ou crie inflamação pode causar dor em cães:

  • Danos aos ossos ou articulações 
  • Lesões de tecidos moles
  • Entorses e distensões
  • Problemas nas costas
  • Doença dentária
  • Infecções do ouvido, pele e trato urinário
  • Dor de estômago grave
  • Alguns tipos de câncer
  • Cirurgias
Como saber se um cão está com dor
Como saber se o cachorro esta com dor

Veja também 👇👇

Como ajudar um cachorro que está com dor

Se você acha que seu cão está sofrendo, não entre em pânico. Há muitas opções diferentes e coisas que você pode fazer para ajudá-los a começar a se sentir melhor.

Aqui estão alguns passos que você pode tomar para ajudar seu cão a lidar com a dor e trabalhar para o alívio.

Marque uma consulta com seu veterinário

Primeiro, agende uma consulta com seu veterinário para descobrir qual é o problema.

Seu veterinário precisará realizar alguns testes de diagnóstico. Para identificar o problema, seu veterinário pode precisar fazer raios-X, exames de sangue ou um ultra-som.

Pare ou modifique as atividades físicas com seu animal de estimação

Se o seu animal de estimação estiver mostrando sinais de dor durante uma atividade, evite-o até que você possa conversar com seu veterinário.

Seu veterinário poderá ajudá-lo a descobrir a melhor forma de ajudar seu animal de estimação, seja interrompendo totalmente essa atividade ou estabelecendo modificações que minimizarão a dor.

Modificações simples para reduzir a dor em atividades comuns podem incluir: fazer caminhadas mais curtas, usar uma rampa ou degraus, rolar a bola ou lançá-la em distâncias mais curtas e elevar os pratos de comida e água a uma altura mais confortável.

Para alguns casos de dor aguda, essas alterações podem ser temporárias, mas para algumas condições de dor crônica, elas podem ser de longo prazo.

Mantenha um registro dos sinais que você está vendo

Todos nós já passamos pelo cenário em que vemos certos sinais em casa, mas quando chegamos ao veterinário, tudo parece bem.

É por isso que pode ser útil tirar fotos ou um vídeo do seu animal de estimação quando ele estiver mostrando sinais de dor ou desconforto.

Anote quando eles ocorrem e o que seu animal de estimação estava fazendo no momento.

Isso ajuda seu veterinário a entender os cenários em que seu cão está sentindo dor, bem como os tipos de sintomas e sinais de dor que eles estão exibindo.

Ter vídeos e fotos de seu cão também pode ajudar seu veterinário a fazer as modificações adequadas em sua rotina para ajudar a minimizar a dor.

Explore todas as opções de tratamento

Existem muitos tratamentos veterinários que podem eliminar ou reduzir tanto a dor aguda quanto a crônica. Converse com seu veterinário para entender quais são as opções de tratamento do seu cão.

Os tratamentos mais comuns para a dor incluem:

  • Medicamentos
  • Cirurgia
  • Reabilitação física
  • Terapia a laser
  • Acupuntura canina
  • Quiropraxia canina
  • Medicina regenerativa
  • Massagem
  • Suplementos e fitoterapia
  • Pacotes de gelo ou calor

Faça perguntas e não tenha medo de obter uma segunda opinião

Aqui estão algumas perguntas que você pode fazer ao seu veterinário:

  • Como você vai gerenciar a dor do seu animal de estimação após uma cirurgia?
  • Como um tratamento específico ajudará na dor do pet?
  • Um suplemento pode ajudar a reduzir a dor?
  • Que modificações posso fazer em casa para ajudá-la?
  • O que mais podemos fazer pela dor do cachorro?

Você também pode sempre entrar em contato com outro veterinário para uma segunda opinião ou opções de tratamento adicionais.

Seja o advogado do seu cão

Seu cão depende de você para ser a voz dele para obter a ajuda de que precisa.

Portanto, se você acha que seu cão está apresentando algum sinal de dor, incluindo mudanças na rotina, preferências e comportamentos, marque uma consulta com seu veterinário o mais rápido possível.

Mesmo que os sinais desapareçam, você deve manter a consulta para ter certeza de que o que estava causando a dor não se torne um problema a longo prazo.

Se o seu animal de estimação estiver ferido, doente ou apresentando sinais múltiplos ou graves de dor, não hesite em levá-lo a uma clínica veterinária para tratar a dor o mais rápido possível.

Você é o melhor defensor da saúde do seu cão.