Como Saber Se O Cachorro Está Com Febre?

Como saber se o cachorro está com febre? O método mais conhecido se baseia em sentir o nariz do animal. Se o local estiver úmido e fresco, é sinal de saúde. Se estiver mais quente e seco, é provável que o cão esteja com febre.

É um método bastante simples e eficaz, mas em algumas situações ele não é suficiente para uma análise mais precisa.

Diferentemente das pessoas, que têm uma faixa de temperatura normal de 36 a 37 graus Celsius, a temperatura normal dos cães é mais alta: a faixa está entre 37 graus Celsius e 39 graus Celsius.

Este texto listará alguns dos sinais que podem ajudar a descobrir se seu pet esta com febre.

Quais são os sinais?

sinal de cachorro com febre

Afinal, ele não é capaz de dizer quando está sentido algo; portanto, é preciso que o dono esteja familiarizado com os sintomas incomuns que podem aparecer.

Entre eles:

  • Vermelhidão nos olhos;
  • Fadiga e falta de energia;
  • Orelhas e focinho mais quentes;
  • Tremores;
  • Falta de apetite;
  • Tosse;
  • Vômito (em alguns casos);

O que causa uma febre em cães?

A causa da febre pode ser variada, mas normalmente ela surge como sinal de uma infecção ou inflamação que o corpo está tentando combater. As fontes de infecção podem ser distintas, as mais comuns são:

  • Machucado infectado;
  • Infecção na orelha;
  • Infecção do trato urinário (ITU);
  • Dente infectado ou abscesso;
  • Uma doença bacteriana ou viral em andamento;
  • Quando o animal ingere alimentos tóxicos ou substâncias venenosas também pode apresentar a febre como sintoma.

As fontes de intoxicação mais comuns são:

  • Ingestão de plantas inapropriadas para consumo;
  • Ingestão de medicamento humano;
  • Consumo de substâncias tóxicas para cães, como produtos de limpeza ou determinados alimentos.
  • Ao perceber que o cão possa ter ingerido algo do tipo, é preciso contatar o veterinário imediatamente.
  •  Vacinação;

É comum que os cães tenham febre nas 24 a 48 horas após vacinação. Normalmente é algo esperado e não apresenta perigo, resolvendo-se depois desse período. Entretanto, é essencial monitorar o animal.

Como medir a temperatura do cão

Como medir a temperatura do cão

Pode não ser a situação mais agradável (nem para o dono e nem para o animal) mas a temperatura só pode ser medida com precisão com um termômetro retal ou de ouvido.

Existem termômetros digitais específicos para animais de estimação. É altamente recomendado ter um deles em casa ou na mala em caso de viagens. Esses equipamentos podem fazer o registro da temperatura em alguns segundos, diminuindo o desconforto causado ao pet.

Para o uso do termômetro retal é necessário lubrificá-lo com vaselina ou óleo de bebê e deve ser colocado delicadamente para não ferir o animal.

Os termômetros de ouvido são preferíveis por serem menos invasivos, além de serem tão eficazes quanto o termômetro tradicional.

Esse tipo de dispositivo funciona medindo as ondas de calor infravermelho que são emitidas na área ao redor do tímpano, assim ele é colocado no canal auditivo horizontal para obter uma leitura precisa.

É preciso ressaltar, no entanto, que eles são um pouco mais caros. É essencial ler todas as instruções com cuidado e nunca utilizar o termômetro de vidro ou que não seja próprio para pets.

Quando levar o cão ao veterinário

Considera-se que um cão está febril quando a temperatura atinge 39,5 graus Celsius ou mais. Caso isso ocorra o veterinário deve ser procurado o quanto antes. Se a temperatura aumentar muito mais do que isso pode prejudicar o funcionamento de órgãos e pode até mesmo levar o animal a óbito.

O veterinário é capaz de determinar a causa principal da febre, e para isso deve pedir o histórico médico do animal, vacinas, cirurgias, tratamentos e medicamentos já ingeridos.

Ele também pode questionar sobre machucados ou lesões recentes e também sobre acidentes com ingestão de plantas e outras substâncias, assim como a data em que a febre apareceu pela primeira vez.

Outros artigos recomendados:

Depois de realizar a avaliação física o veterinário pode ainda pedir alguns exames de laboratório para confirmar suspeitas e determinar a rota de tratamento mais adequada.

Os exames mais comuns a serem pedidos são: exame de urina, hemograma e perfil bioquímico, em alguns casos exames específicos podem ser necessários.

Os resultados podem proporcionar informações relevantes sobre a condição do animal.

Como reduzir a febre de um cachorro

Para ajudar a reduzir a febre de um animal de estimação primeiro é preciso aplicar água fria em torno das patas e orelhas. Para isso é possível usar uma toalha ou pano embebido em água.

É preciso continuar monitorando a temperatura dele e, quando cair abaixo de 39,5 graus Celsius pode parar de aplicar a água. É preciso tentar convencê-lo também a beber um pouco de água.

É preciso ainda continuar monitorando o cão de perto, para garantir que a febre não volte e caso ele apresente outros sintomas, é necessário procurar o veterinário. Lembre-se: Melhor prevenir do que ter de lidar com consequências piores.

Nunca dê medicação humana ao seu cão (ou gato), como aspirina ou acetaminofeno. Estes são extremamente tóxicos para animais de estimação.

É importante sempre ressaltar que este artigo foi desenvolvido para ajudar a informá-lo sobre febre em cães e não se destina a substituir um diagnóstico ou consulta veterinária.

Ao achar que o cão está com febre, o dono deve entrar em contato com o veterinário imediatamente para marcar uma consulta e garantir que ele receba o tratamento mais seguro e eficaz.

Ele domina os melhores métodos de como saber se o cachorro está com febre e pode determinar caso a causa seja mais grave do que parece. Os animais de estimação levam alegria e amor incondicional aos lares e merecem o melhor tratamento que se pode proporcionar, especialmente quando se trata de saúde.


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.