Cachorro pode comer abóbora?




Se você está iniciando a alimentação natural na vida do seu pet, pode ficar na dúvida se cachorro pode comer abóbora ou não, gerando aquela incerteza na hora de preparar as porções.

Justamente por isso, aqui você vai entender melhor o que esse alimento tem a oferecer, se pode ser incluso na rotina e muito mais. Já que é muito usado na alimentação humana.

Então, não perca mais tempo, pegue agora o seu bloquinho de notas e vem comigo!

Cachorro pode comer abóbora?

Cachorro pode comer abóbora?

Antes de mais nada, você precisa saber que a abóbora é um alimento que está na família de outros legumes conhecidos por aí, o chuchu, mas também da família do melão, melancia e do pepino.

Dessa forma, é uma opção comum na rotina e está presente nas mais diversas receitas, salgadas e doces, incluindo suas sementes.

Assim, o mais importante é dizer que cachorro pode comer abóbora sim e garantir uma série de benefícios com a ingestão.

Em suma, o alimento é rico em nutrientes essenciais e pobre em carboidratos, açúcares e gorduras.

Logo, pode até ser incluso na alimentação de pets que sofrem de diabetes. Claro que seguindo a recomendação do veterinário.




A grande vantagem da abóbora é a presença de fibras, que melhoram o funcionamento digestivo e evitam a prisão de ventre, excesso de fases e dores abdominais.

Da mesma maneira, por ser rica em água, vai ajudar a manter o seu pet hidratado, contribuindo para a saúde dos rins e da pele.

Por outro lado, é preciso ter cuidado com a quantidade.

Isso porque, quando oferecida em excesso, pode causar alguns problemas no intestino, como diarreia, vômitos e dores.

Então, assim como outros alimentos, cachorro pode comer abóbora, mas o consumo deve ser equilibrado.

Uma dica para isso é definir a abóbora como um complemento da refeição e não como prato principal.

Entre as principais vantagens que seu cãozinho pode garantir com esse alimento inclui:

  • Mais hidratação;
  • Melhora a saúde da pele;
  • Pelos mais bonitos e saudáveis, sem queda;
  • Melhora as funções urinárias se intestinais;
  • Redução de dores no estômago e gases;
  • Mais vitamina e nutrientes essenciais para o organismo;
  • Melhora a saúde dos olhos e sistema imunológico, etc.

Cachorro pode comer abóbora

Como oferecer abóbora para cachorros?

Não é incomum que os tutores fiquem na dúvida de como oferecer um determinado alimento para os pets.

Afinal, nem sempre se trata de apenas tirar a casca ou as sementes, picar e colocar no comedouro.

Dessa forma, a abóbora segue alguns cuidados de outros, como o fígado: a recomendação é servir apenas cozido.

Quando cozida, a abóbora é mais facilmente digerida, facilita a mastigação, evita o engasgue e pode se tornar mais atraente para o animal.

Portanto, a dica é tirar a casca, tirar as sementes, picar a abóbora em cubos e cozinhar.

Mas não precisa cozinhar muito não, apenas deixe no fogo até que fique um pouco mais macio.

Por outro lado, se você tiver um cão mais idoso, deixar o alimento mais molinho pode tornar a refeição mais simples, sendo então uma boa opção.

Outra dica é deixar a abóbora cozer bem e depois amassar, fazendo um purê.

Lembrado que nunca devem ser adicionados nenhum tipo de tempero no preparo da alimentação natural para cachorros.

Em alguns casos, os veterinários indicam adicionar uma colher de chá de cúrcuma nesse purê, já que tem ação anti-inflamatória e anticancerígena.

Porém, o ideal, é sempre conversar antes com o profissional, já que cada cão pode requerer um cuidado especial.Cachorro pode comer abóbora, mas qual a quantidade correta

Cachorro pode comer abóbora, mas qual a quantidade correta?

No geral, a quantidade de um alimento varia de acordo com o porte do animal.

Além do mais, pets que possuem alguma condição, como diabetes, sobrepeso ou problemas cardíacos, podem requerer cuidados diferentes.

Dessa forma, a melhor saída para montar um bom cardápio nutritivo para garantir qualidade de vida para o seu melhor amigo é consultando um veterinário.

Entretanto, se o seu cãozinho está saudável e você está começando agora a mudar para a alimentação natural, uma dica é oferecer uma colher de sopa de abóbora para um animal de até dez quilos.

Essa medida funciona apenas como uma bússola, para regular o prato.

Lembre-se sempre que a abóbora é um complemento, ou seja, não é a porção principal do prato.

Sendo assim, a quantidade é reduzida para que o pet tenha vantagens, mas não se alimente em excesso.

Receitas de petiscos e refeições com abóbora

Saindo do comum, a abóbora é um alimento que traz opções e mais opções de consumo.

Dessa forma, além de oferecer o alimento cozido ou em forma de patê, você também pode preparar duas outras variações:

Bolinhos:

Os bolinhos podem ser usados como petiscos e também podem ser consumidos por humanos.

Para isso, você vai misturar abóbora amassada, sem casca e sem temperos, com meia xícara de pasta de amendoim integral sem açúcar e um pouquinho de aveia sem glúten.

Misture até formar uma massinha e faça bolinhos pequenos.

Pronto. Agora é só colocar na geladeira até ficarem firmes.

Mantendo fechado, o bolinho pode durar até três semanas na geladeira ou até três meses quando congelado.

Caldo:

O caldo é uma ótima opção de alimento para os pets que estão doentes, para melhorar o consumo e água ou mesmo para o dia-a-dia, já que eles adoram.

Então, você pode preparar a abóbora, cozendo bem em água até ficar bem molinha.

Depois, é só bater tudo no liquidificador e dar para o pet, até duas vezes na semana.

Essa receita pode ser congelada, para facilitar um pouco a rotina, e você também pode adicionar pedaços de outros legumes no caldo, para estimular a mastigação.

Vale lembrar que os caldos não devem ser a única refeição do dia, já que isso pode enfraquecer o cão.

Então, sempre dê a outra refeição comum, adicione pedaços ou dê uma quantidade menor e fracione com outro prato.

Aproveite também para conhecer outras dicas de sopas para cachorro que fortalecem o sistema imunológicos dos pets.

Por fim, você ainda ficou com alguma dúvida agora que sabe que cachorro pode comer abóbora?

Comenta aqui embaixo e aproveite para compartilhar as suas dicas e histórias com nossos leitores.

Grande abraço e até o próximo post!

Obrigado por ler até aqui.

Por favor, deixe-nos saber se perdemos algo na seção de comentários abaixo.

Além disso, por favor, curta e compartilhe este artigo, se você gostou.

E não se esqueça de se inscrever em nosso canal no YouTube❤

siga-nos no Instagram🙏

E no Facebook também😀

Conheça nossos livros de receitas para cães: 🍏🐕

↪↪ Receitas de comida saudável para cães

↪↪ Receitas de biscoitos para cães

Muito obrigado pela visita e até a próxima dica de saúde canina ou receitinha para nossos peludos. 🐕🐕

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.