Cachorro pode comer inhame? Benefícios e riscos

Cachorro pode comer inhame e aproveitar os muitos benefícios nutricionais dos tubérculos doces. Esses vegetais vêm com nutrientes amigáveis ​​aos cães que beneficiam a saúde e o bem-estar do seu animal de estimação.

Saiba mais sobre o que torna o inhame bom para os cães.

Cachorro pode comer inhame

Cachorro pode comer inhame?

Sim, seu cão pode comer inhame – lembre-se de cozinhá-lo primeiro. Ao ferver ou cozinhar esses vegetais ricos em amido, você os livra de certos taninos e compostos que podem ser tóxicos para o seu cão.

Embora o inhame cru possa não ser bom para o seu cão, o inhame cozido é um excelente alimento integral para o seu amigo peludo.

O vegetal é rico em carboidratos, vitaminas, minerais e outros nutrientes, tornando-o um suplemento potencialmente bom para a alimentação habitual de cães.

Inhame e batata doce são a mesma coisa?

O inhame verdadeiro vem da África, enquanto a batata doce é muito mais comum nas Américas. 

Embora o inhame e a batata doce sejam de diferentes países e possuam algumas pequenas diferenças, ambos oferecem os mesmos benefícios à saúde do seu cão.

Certifique-se de cozinhar inhame e batata doce antes de alimentá-los, pois em suas formas cruas, eles podem ser tóxicos para os cães.

Nutrientes benéficos em inhame para cães

Tanto o inhame quanto a batata doce têm alto valor nutricional para cães. Esses oito nutrientes trazem benefícios para a saúde do seu animal de estimação:

Beta-caroteno: Este nutriente contém grandes quantidades de vitamina A, um composto que pode reduzir o risco de doenças cardíacas para o seu cão.

Certos estudos também mostram que o betacaroteno pode ter um efeito positivo na redução de certos tipos de câncer.

Cálcio: Quando os cães comem inhame ou batata-doce, eles consomem grandes quantidades de cálcio. Este nutriente aumenta a força óssea e contribui para a saúde do coração e dos músculos.

Diosgenina: Este ingrediente em inhame e batata doce pode melhorar o desempenho cerebral dos cães. A diosgenina também é um anti-inflamatório, então o inhame também pode ajudar a reduzir a inflamação de um cão e a dor associada a ela.

Fibra: O inhame está repleto de fibra dietética, o que pode ajudar a regular o sistema digestivo do seu cão. Ainda assim, alimente seu animal de estimação com inhame com moderação – a quantidade certa pode aliviar a constipação, enquanto o excesso pode causar diarreia.

Magnésio: O inhame contém magnésio e manganês, dois minerais semelhantes que ajudam a facilitar a produção de energia em todo o corpo do seu cão.

Potássio: Inhame e batata doce são boas fontes de potássio, o que pode aumentar os níveis de energia do seu cão. Os cães também podem comer bananas, outra boa fonte de potássio.

Vitamina C: Um poderoso antioxidante, a vitamina C pode impulsionar o sistema imunológico do seu cão. O inhame também contém grandes quantidades de vitamina B6, que pode aumentar os níveis de energia canina e o desempenho cerebral.

5 dicas para preparar inhame para cães

Os donos de cães devem ter em mente ao preparar inhame para seus cães:

1 – Adicione gradualmente novos alimentos à dieta do seu cão.

Independentemente da raça do cão, é sempre melhor introduzir lentamente novos alimentos na dieta do seu animal de estimação.

Muitos inhames de uma só vez podem causar estragos no sistema digestivo de um cão. Para proporcionar ao seu cão os benefícios do alimento, use quantidades menores e mais moderadas.

Verifique com seu veterinário. Embora o inhame cozido seja geralmente seguro para consumo canino, ainda é importante perguntar ao seu veterinário se o seu cão específico pode comê-lo.

Por exemplo, cães diabéticos podem ter um pico muito alto de açúcar no sangue ao comer esses vegetais doces.

Inhames também podem causar um aumento da chance de uma condição cardíaca conhecida como cardiomiopatia dilatada em certos caninos.

2 – Cozinhe os inhames antes de servi-los.

Inhames cozidos são tão bons para o seu cão quanto inhames crus são potencialmente ruins para eles. Primeiro, lave e descasque os legumes, depois sempre aqueça a batata doce ou o inhame antes.

Isso os torna mais macios e elimina taninos e outros compostos prejudiciais ao sistema digestivo dos cães.

3 – Mantenha a receita básica.

A dieta do seu cão deve ser a mais básica possível, então sirva inhame sem conservantes, temperos e adoçantes adicionais. Sempre opte por inhame fresco em vez de enlatado, pois este último pode conter açúcares adicionados e ingredientes que causarão dores de estômago.

4 – Sirva o inhame em pedaços pequenos.

Grandes quantidades de inhame ou batata doce podem causar bloqueios intestinais para seus animais de estimação. Você também corre o risco de grandes porções se tornarem riscos de asfixia.

Corte o inhame em pedaços pequenos – do tamanho de uma guloseima para cachorro especialmente para cães pequenos.

Pequenas porções também ajudam a prevenir a obesidade, que pode se tornar uma condição com risco de vida.

5 – Antes de compartilhar com seu cão

Cachorro pode comer inhame, porem certos alimentos humanos podem causar reações adversas em cães, portanto, sempre consulte seu veterinário para determinar se é seguro adicionar esses alimentos à dieta do seu animal de estimação.